História do Estúdio

Desde 1995, aos treze anos, Mariana Abreu estuda a arte Flamenca. Deixou o sapateado americano e o jazz para dedicar-se somente ao Flamenco, ingressando no grupo amador do Centro de Arte flamenca de Campinas em 1997 e já no ano seguinte iniciou a carreira de professora.  Em 2000 ingressou no grupo profissional da mesma academia e nasceu aí o sonho de um grupo próprio.

Em 2002, quando ministrava aulas em Valinhos na Academia Corpo Livre, o sonho se concretizou. Foi realizada uma audição para o grupo Soniquete – Arte Flamenca que teve sua primeira formação. À partir de então começou uma outra etapa do sonho: a construção de uma sede para o grupo.

Finalmente em 2009 o Estúdio Soniquete foi inaugurado e hoje funciona não somente como sede dos estudos do grupo mas também abre suas portas para outras artes visando a expansão do fazer artístico através da convivência de diversas formas de expressão.